Líder Servo

Líder Servo

Quando descobrimos e cumprimos o nosso propósito existencial, somos colocados em evidência perante outras pessoas. Somos supridos com uma alegria inexplicável, por estarmos fazendo o que nascemos para fazer, como um senso de realização e dever cumprido. Porém, no decorrer do percurso para o sucesso, ficamos boa parte do tempo nos bastidores, dando atenção e suprindo não a nós mesmos, mas àqueles que nascemos para servir. No entanto, esse é o sentido do sucesso: servir. E veja bem, é para isso que nascemos. Isto é liderança.

Com Jesus, aprendemos que para ser líder precisamos responder à pergunta: “Como posso servir?” Ou seja, você descobre o seu propósito pessoal e a sua missão, e emprega-os para servir a humanidade. Você deve se tornar reconhecido assim. Jesus veio restabelecer a ordem original de funcionamento do Reino de Deus. Este Reino é a própria humanidade conduzida por princípios de uma liderança que serve e Jesus é de fato o exemplo a ser seguido.

No auge da concretização do seu propósito, Jesus teve uma atitude de escandalizar qualquer um que vê liderança como ser servido, e não servir. Por meio desta atitude, Jesus comunicou o que significa liderar: “Sabendo este que o Pai tudo confiara às suas mãos, e que ele viera de Deus, e voltava para Deus, levantou-se da ceia, tirou a vestimenta de cima e, tomando uma toalha, cingiu-se com ela. Depois, deitou água na bacia e passou a lavar os pés aos discípulos e a enxugar-lhos com a toalha com que estava cingido” (João 13.3-5).

É interessante perceber que, quando Jesus chegou na sua hora, de cumprir plenamente a sua missão – que era a de servir à humanidade com aquilo que ele tinha de único e especial – ele lavou os pés dos discípulos. E este foi um ato profundamente significativo, que transmite claramente a mensagem de que ele veio para ser o provedor, e não para ser suprido.

Na consolidação do seu propósito, que por sinal era intensamente árduo, Jesus teve a lucidez de voltar todo o seu ser para dar sentido à sua missão. Pedro tentou resistir ao ato que aparentemente o diminuía como mestre. Jesus então falou para Pedro: “Se eu não te lavar, não tens parte comigo” (João 13.8). Em outras palavras, Jesus quis dizer a Pedro: Você precisa deixar que eu o honre com a minha missão. Isso não é desonra. Ao contrário, a minha honra está em você ser alcançado com o que eu tenho para te dar.

O que você nasceu para realizar não é para você mesmo. Portanto, quando nos voltamos para nós mesmos, tentando conferir se estamos satisfatoriamente em evidência e suficientemente supridos, nos esquecemos de evidenciar e de suprir aqueles que aguardam por nós.

Extraído do livro “LIDERAR É PRECISO” | Manassés Guerra
Adquira o seu agora mesmo em nossa loja: www.manassesguerra.com/produto/liderar-e-preciso/

No Comments

Give a comment