Ser Cristão (não) É Ser Careta

Ser Cristão (não) É Ser Careta

Muitas pessoas sentem vergonha de quem são. Não gostam de mostrar o corpo. Outras preferem não sorrir. Algumas ainda não suportam seu corpo ou cabelo. Mas, o mais “incrível” é que existem pessoas com vergonha de se afirmar cristão.

Curioso como o “ser cristão” virou sinônimo de “ser careta”. Certamente alguém que segue a Cristo não vai repetir os comportamentos mundanos, mas, por isso, é um “careta”?

Não deveríamos sentir vergonha de crer em Cristo por medo do que os outros vão pensar. Se vão nos julgar por não ter os mesmos pensamentos que o mundo, tudo bem. Se vão nos criticar por ter diferentes objetivos na vida, tudo bem. Nosso maior anseio na vida deve ser seguir a Cristo, independente do que o mundo vai achar.

Em Romanos 1.16 diz: Não me envergonho do evangelho, porque é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê! Como podemos nos envergonhar disso?

Como podemos nos envergonhar do que nos salvou? Cristo nos salvou! Ele nos deu vida e, se hoje podemos mostrar isso ao mundo e alcançar mais pessoas com esse evangelho, é uma dádiva, não uma vergonha.

Estar fora dos padrões mundanos não é motivo para vergonha. Seguir o que acha que é certo não é ser careta. É errado? Não faça. É certo? Aproveite. Não coloque suas decisões nas mãos dos outros.

Não devemos esconder nossa Bíblia ao ver alguém. Não devemos abaixar nossa voz dentro do mundo. Pelo contrário, é nosso dever mostrar o poder de Deus presente na Bíblia para todos!

Você está seguindo a Cristo ou está apenas se escondendo?

Ana Luíssa Guerra

No Comments

Give a comment