Do Vale da Morte para a Vida Abundante

Do Vale da Morte para a Vida Abundante

Veementemente Jesus bradou: “Eu vim para que tenham vida e vida em abundância!” Eu posso ver Jesus dando um pontapé devastador nas obras de Satanás, dizendo: “Foi para isso que eu vim!”(João 10.10).

O Autor da vida tinha consciência de que era por causa da natureza do mal – absorvida pelo ser humano – que todos os tipos de mazelas tinham legalidade para escravizar os filhos de Deus. Diante disso, lá no vale de trevas e morte, ele agia como alguém que desafiava Satanás: “Procure em mim algo seu, venha, vamos ver se você consegue me pegar, vamos lá! Se você quer atacá-los, passe por cima de mim!”

E nós podemos ver nos evangelhos as investidas de Jesus sobre Satanás, aniquilando impiedosamente suas obras más – “Ele andou por toda parte fazendo o bem e curando todos os oprimidos pelo Diabo” (Atos 10.38). Portanto, aceitar a morte significava – para Jesus – ser invadido e dominado por todo inferno. Significava, também, pagar uma dívida que não era sua, pois ele nunca havia dado motivo para ser rendido e vencido pela morte.

Porém, nosso Salvador sabia que tinha vindo com esta missão: morrer a nossa morte. Por isso mesmo, sua revolta contra todos os males que castigavam os filhos de Deus. E porque ele levou sobre si todas as nossas dores, já não precisamos mais ser escravos da morte e seus fantasmas.

O que Jesus sofreu injustamente foi o bastante para redimir aqueles que estavam destinados a pagar a sua dívida com sofrimento eterno. Ele extinguiu o clamor da ira de Deus sobre os homens e redimiu todo aquele que crer na sua intervenção justificadora.

Por isso, quando passou pelo vale de trevas e morte, como descrito na profecia messiânica do Salmo 23 (v. 4), Cristo continuou firme, aguardando com expectativa o desfecho do plano do Amor.

Extraído do livro “CRÔNICAS DE DAVI NO REINO DO MESSIAS” | Manassés Guerra
Adquira o seu agora mesmo em nossa loja: www.manassesguerra.com/produto/cronicas-de-davi-no-reino-do-messias/

No Comments

Give a comment