Endireitando as Veredas

Endireitando as Veredas

A responsabilidade de governo que Deus colocou sobre os ombros dos homens não é jugo de opressão e escravidão. A voz de Jesus ecoa e pode ser ouvida e entendida: “Venham a mim todos vocês que estão cansados e sobrecarregados, e eu os aliviarei.” (Mateus 11.28). Aproveitando-se do cansaço e sobrecarga da opressão, o inimigo de Deus obstrui com morte e trevas os canais da inspiração divina no homem. Mas Deus se fez um de nós, para restaurar o nosso relacionamento com ele e o domínio de justiça, paz e alegria. Isaías declara:

“Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu. O governo está sobre os seus ombros…” (Isaías 9.6).

Que governo é este que veio à Terra sobre os ombros de Jesus? É o governo divino delegada à humanidade pelo governo invisível dos céus. Por isso Jesus declara a todos os oprimidos e sobrecarregados: “Tomem sobre vocês o meu jugo e aprendam de mim, porque sou manso e humilde de coração; e vocês acharão descanso para a sua alma. Porque o meu jugo é suave, e o meu fardo é leve.” (Mateus 11.29,30). O jugo que Jesus está lhe oferecendo é suave, o seu fardo é leve, porque se encaixa perfeitamente em você! É a responsabilidade de domínio que o Criador projetou especialmente para você.

Há uma inspiração de Deus, por meio de Jesus, disponível para cada ser humano neste planeta. Inspiração que faz prosperar o plano dele em nossas mãos, que nos faz hábeis para nos relacionarmos, liderarmos e multiplicarmos o seu potencial em nós e através de nós, ungidos com a unção de Cristo. O Pai gerou você num ventre materno. O pecado comprometeu a sua origem real, a sua dignidade. Mas o novo nascimento restaura o sonho do Pai, que é ter você como um filho. A nova criação do homem nos fundamentos do amor de Deus, para que você possa dizer: “Sou amado”, e dizer para todas as pessoas: “Vocês são amados”.

A inspiração divina é a sua graça. O favor que não merecíamos, sim é verdade. Porém, ao passarmos pelo portal do favor não merecido, precisamos usufruir a graça de Deus como a sua capacidade e habilidade em nós. Isso significa que, por sua graça, podemos ser e fazer o que não tínhamos, sozinhos e vazios, condição para ser e realizar.

“Então ele me disse: ‘A minha graça é o que basta para você, porque o poder se aperfeiçoa na fraqueza.’ De boa vontade, pois, mais me gloriarei nas fraquezas, para que sobre mim repouse o poder de Cristo. Por isso, sinto prazer nas fraquezas, nos insultos, nas privações, nas perseguições, nas angústias, por amor de Cristo. Porque, quando sou fraco, então é que sou forte.” (2 Coríntios 12.9,10).

Extraído do livro “A VIDA NO SENTIDO DE CRISTO” | Manassés Guerra
Adquira o seu agora mesmo em nossa loja: www.manassesguerra.com/produto/a-vida-no-sentido-de-cristo-edicao-comemorativa/

No Comments

Give a comment