Franqueza e Gentileza

Franqueza e Gentileza

“Dá instrução ao sábio, e ele se fará mais sábio; ensina o justo e ele aumentará em entendimento.” Provérbio de Salomão – Bíblia Sagrada

Em um ambiente onde a franqueza é estimulada, as pessoas têm a liberdade de colocar sobre a mesa seus pontos de vista e debaterem as ideias sob perspectivas diferentes. Por isso é decisivo que se tenha uma ambiente impregnado com uma atitude positiva e contagiante. É necessário também que as pessoas sejam encorajadas a não transformarem-se em vítimas. Ao contrário disso as pessoas precisam se motivadas a avaliarem a si mesma e a organização da qual fazem parte.

A franqueza também elimina reuniões inúteis e relatórios sem propósito. A franqueza substitui toda abordagem burocrática e enfadonha por legítimas trocas de ideias até mesmo fora do local de trabalho. A franqueza tem haver também com os tipos de comportamento que podem levar as pessoas a perguntar: “Será que realmente podemos confiar nessa pessoa?”

Ouça o executivo Jack Welch falando sobre franqueza: “A falta de franqueza bloqueia as ideias inteligentes, retarda as ações rápidas e impede que as pessoas capazes contribuam com todo o seu potencial. É algo devastador. Tantas pessoas – com tanta frequência – instintivamente, não se expressam com sinceridade. Tudo isso é falta de franqueza, um arsenal absolutamente destrutivo”. Isso significa, por exemplo, que a maioria das pessoas não recebe feedback honesto, direto nos olhos, sabendo o que de fato teria que fazer para melhorar e qual a sua real condição na organização. Afinal, todos precisamos de feedback, em especial sobre nossos pontos cegos – essas áreas de fraqueza que defendemos.

Franqueza não é uma espécie de desabafo descontrolado e inconsequente de alguém que age em nome de “eu digo exatamente o que penso”. A sinceridade em falar o que se deve falar deve ter o relacionamento (e não momentos de tensão) como fundamento para se expressar.

Disse o “Sr. Gentileza”: “Existem muitas pessoas que confundem a sinceridade com a vontade de explodir em palavras e não conseguir controlar o ímpeto. Seja sensível e tente se colocar no lugar do próximo. A franqueza e verdade devem ser expressas de forma sublime e cautelosa dosando-as com sensatez e equilíbrio. Nem todos estão prontos para receber uma crítica ou orientação se estiver num
momento de tensão.”

Uma das virtudes da franqueza é o seu potencial de desembaraçar os processos e fortalecer relacionamentos. Sara Lawrence-Lightfoot disse: “Só muito mais tarde é que percebi qual era o segredo de papai. Ele conquistava o respeito respeitando os outros. Ele conversava e ouvia o garoto que engraxava sapatos da mesma maneira como ouvia e falava com um bispo ou um diretor de escola. Ele se interessava profundamente pelo que você era e pelo que tinha a dizer”.

Extraído do livro “LÍDER PARA VOAR” | Manassés Guerra
Adquira o seu agora mesmo em nossa loja: www.manassesguerra.com/produto/lider-para-voar/

Sem comentários

Postar uma resposta