A Arte de Ouvir

A Arte de Ouvir

Para ter sucesso no seu trabalho, líderes devem escrever, falar e ouvir de verdade. Destas três habilidades, ouvir talvez seja a mais importante, considerando que eles são exigidos a fazê-lo com significativa frequência. No entanto, ouvir possivelmente seja a habilidade mais difícil de dominar. Ouvir efetivamente é um desafio e tanto, em parte porque as pessoas frequentemente estão mais focadas naquilo que estão falando do que naquilo que estão ouvindo.

No meio de uma conversa, você percebe às vezes que não ouviu uma única palavra do que a outra pessoa falou? Quando está ouvindo alguém, você habitualmente se vê pensando numa questão familiar importante ou numa tarefa cujo prazo de entrega está se esgotando?

A maior parte dos peritos em comunicação concorda que mensagens não verbais podem ser três vezes mais poderosas do que mensagens verbais. Uma comunicação efetiva fica comprometida quando você envia uma mensagem não verbal de desatenção. Você se concentra apenas nas palavras que estão sendo ditas, ou você também se concentra na forma como elas estão sendo ditas? A forma como o locutor se posiciona, o tom de sua voz e a inflexão que ele utiliza, bem como o que está fazendo com as suas mãos. Tudo isso faz parte da
mensagem que está sendo enviada.

Sua linguagem corporal transmite a mensagem de que você está ouvindo? Quando alguém está falando com você, você mantém contato visual com essa pessoa? Você demonstra a quem fala que você está ouvindo balançando afirmativamente a cabeça? Você se inclina para frente e não utiliza suas mãos para brincar com objetos? Ao ouvir, você frequentemente realiza julgamentos imediatos sobre o que o outro está falando? Você assume ou imagina o que o outro vai falar a seguir? Às vezes você descobre mais tarde que errou na correta interpretação do que o outro estava lhe dizendo?

Você geralmente faz perguntas quando está ouvindo uma mensagem? Você tenta esclarecer o que uma pessoa disse para você? Ouvintes efetivos se asseguram que eles escutaram corretamente a mensagem que está sendo enviada. Faça perguntas para esclarecer pontos ou para obter informação adicional. Questões abertas são as melhores. Elas demandam que o locutor passe mais dados. Formule suas perguntas de forma a ficar claro que você ainda não chegou à conclusão alguma. Isso vai assegurar a quem envia a mensagem que você só está interessado em obter mais e melhores dados. E quanto mais informações você como ouvinte tiver, melhor você pode responder à comunicação.

Extraído do livro “LIDERAR É PRECISO” | Manassés Guerra
Adquira o seu agora mesmo em nossa loja: www.manassesguerra.com/produto/liderar-e-preciso/

Sem comentários

Postar uma resposta