Declarar, Cantar e Governar

Declarar, Cantar e Governar

“Porque nele foram criadas todas as coisas que há nos céus e na terra, visíveis e
invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades.
Tudo foi criado por ele e para ele.
E ele é antes de todas as coisas, e todas as coisas subsistem por ele.
E ele é a cabeça do corpo, da igreja; é o princípio e o primogênito dentre os mortos,
para que em tudo tenha a preeminência.
Porque foi do agrado do Pai que toda a plenitude nele habitasse,
E que, havendo por ele feito a paz pelo sangue da sua cruz,
por meio dele reconciliasse consigo mesmo todas as coisas,
tanto as que estão na terra, como as que estão nos céus.”
(Colossenses 1.16-20).

“Portanto, vede prudentemente como andais, não como néscios, mas como sábios,
Remindo o tempo; porquanto os dias são maus. E não vos embriagueis com vinho,
em que há contenda, mas enchei-vos do Espírito; Falando entre vós em salmos, e
hinos, e cânticos espirituais; cantando e salmodiando ao Senhor no vosso coração.”
(Efésios 5.15-16, 18-19).

Cristo está assentado no trono, nos céus, como homem e como Deus. Nele estão reunidos céus e terra, e o governo de Deus em sua plenitude. Os povos da terra foram restituídos ao Pai por meio dele. Somos o fruto do seu penoso trabalho de redenção.

Em Cristo a raça humana está de volta à presença de Deus. Os crentes em Jesus são a promessa de Deus a Abraão. As nações são benditas por causa da sua fé e obediência em entregar seu filho Isaac, como oferta sacrificial, permitindo Deus dar o seu filho Jesus como sacrifício vivo e eterno.

O governo e o domínio do homem foram restaurados por meio do Rei Jesus e, muito em breve, será implantado em sua totalidade sobre a terra, por meio do próprio Jesus e da igreja. Este governo já é realidade para o tempo presente, sendo estabelecido em oposição ao governo das trevas por meio da igreja, de quem ele é o Senhor.

“A mim, o menor de todos os santos, me foi dada esta graça de pregar aos gentios
o evangelho das insondáveis riquezas de Cristo
e manifestar qual seja a dispensação do mistério, desde os séculos,
oculto em Deus, que criou todas as coisas,
para que, pela igreja, a multiforme sabedoria de Deus se torne conhecida, agora,
dos principados e potestades nos lugares celestiais.”
Efésios 3.8-10

 

Extraído do livro “O DESVENDAR DA ADORAÇÃO” | Manassés Guerra
Adquira o seu agora mesmo em nossa loja: www.manassesguerra.com/produto/o-desvendar-da-adoracao-edicao-comemorativa/

Sem comentários

Postar uma resposta