Admita Quando Estiver Errado

Admita Quando Estiver Errado

Quando uma pessoa não admite erros, não reconhece um problema e acredita piamente que é infalível, pondo a culpa sempre em alguém, está assinando seu decreto de falência como líder. E, é claro, nesse caso, a culpa pelo fracasso vai ser da equipe, alguma força exterior ou alguém por perto que ele possa apontar.

Líderes “infalíveis” podem até reconhecer quando a casa está desmoronando e os destroços estão por toda parte, porém, jamais dirão “eu errei, a culpa foi minha”. Ao contrário, todas as suas argumentações são para explicar que “erros foram cometidos. Mas não por mim”.

Seu pessoal percebe quando você comete erros. Admitir isso ou não é a questão que revela a sua integridade. Reconhecer o erro é uma atitude que pode reconquistar a confiança. A sua equipe e o seu círculo íntimo são as melhores fontes de informação e crítica para a sua liderança e a sua organização. Cerque-se de pessoas que não hesitem em dizer não somente quando você estiver errado, mas também quando estiver totalmente errado. Quando o líder admite seus erros e coloca acima de seus próprios interesses aquilo que é melhor para aqueles que o seguem, ele conquista respeito e confiança.

Ser autêntico, íntegro e disciplinado faz parte da constituição de um caráter irrepreensível. Isso envolve decisões e atitudes como: Ter compromisso com a honestidade. Não contar “mentiras inocentes”. Não mascarar a verdade, mas fazer a coisa certa todos os dias, mesmo que isso não seja fácil para você. Peça desculpas quando falhar, ferir ou prejudicar alguém. Se for necessário, conserte ou ofereça compensação pelo dano causado.

Steven Berglas, autor do livro The Success Syndrome (A Síndrome do Sucesso), diz que as pessoas que conquistam altas posições, mas não têm estrutura para sustentá-las durante o período de estresse, caminham para o desastre. Berglas argumenta que pessoas assim estão destinadas a passar por uma ou mais destas quatro situações: Arrogância, sentimentos dolorosos de solidão, busca de aventuras destrutivas ou adultério. Falhas de caráter que não são tratadas com a devida atenção tendem a se tornar mais profundas e causar cada vez mais destruição.

O desenvolvimento do caráter está no âmago do nosso desenvolvimento não só como líderes, mas também como seres humanos. Se as ações e motivações de um líder estão sempre se contradizendo, observe seu caráter e descobrirá a razão.

Extraído do livro “LIDERAR É PRECISO” | Manassés Guerra
Adquira o seu agora mesmo em nossa loja: www.manassesguerra.com/produto/liderar-e-preciso/

Sem comentários

Postar uma resposta